LICENCIATURA EM ARQUITETURA PAISAGISTA

A Arquitectura Paisagista tem como objecto de estudo a Paisagem. Pretende no fundo estudar e compreender
o património cultural e o ambiente natural que gera a paisagem e cria espaços onde o Homem se integra harmoniosamente.

Diretor: Prof. Dr. Domingos Lopes | dlopes@utad.pt

Queres saber porque deves tirar o curso em Arquitetura Paisagista na UTAD?

A Arquitetura Paisagista é uma área de educação superior que corresponde a uma profissão. Esta é consagrada no Código dos Contratos Públicos e na Lei das Qualificações Profissionais. Trata-se de uma profissão fundada num processo criativo, que usa a linguagem arquitetónica – é por isso uma profissão para o futuro. A profissão do arquiteto paisagista não se vai extinguir com o progresso tecnológica.

A área de ensino da Arquitetura Paisagista, que esteve em recessão na maioria dos países desenvolvidos durante a crise económica, já se encontra em retoma, mostrando já sinais de aumento de candidatos nos EUA e RU e Norte da Europa; No contexto português há cinco cursos de Arquitetura Paisagista. A UTAD lançou o primeiro curso no norte do país em 1998.

A Arquitetura Paisagista é uma área associada à paisagem, mas também à urbanidade e ao desenho urbano, pelo que se perspetiva o crescimento da procura a par do aumento das populações urbanas.

O ensino da Arquitetura Paisagista tem um historial de cooperação internacional, quer programas de Mobilidade Europeus, quer em convénios no âmbito dos países de expressão portuguesa. O custo de vida no interior de Portugal é muito atrativo. A parceria deve constituir um caminho sustentável para as instituições que formam neste domínio.

Portugal subscreveu a Convenção Europeia da Paisagem, com o objetivo de promover a proteção, gestão e planeamento das paisagens europeias. O nosso país comprometeu-se a promover: “a) training for specialists in landscape appraisal and operations; b) school and university courses which, in the relevant subject areas, address the values attaching to landscapes and the issues raised by their protection, management and planning”. O investimento na educação em arquitetura paisagista é uma forma direta e imediata de respeitar estes desígnios.

A UTAD tem como pilar estratégico a extensão e serviço à comunidade numa perspetiva de valorização da região em que está inserida. No domínio da Arquitetura Paisagista tem contribuído para muitos projetos de grande impacte na sociedade. Já em 2018, fundou a LOCUS (Unidade de Espaço Verde, Saúde e Inclusão) que vem dar resposta a muitas solicitações neste domínio e ao investimento no estudo destas temáticas.

O curso da UTAD tem sido determinante na fixação de técnicos e na criação de novas empresas no interior, com impacte nas áreas de projeto, manutenção e construção, na administração local e central.

A UTAD tem como pilar estratégico a construção de um estilo de vida saudável associado ao espaço exterior. Para além dos celebrados jardins do campus da UTAD e seu Jardim Botânico, a UTAD tem promovido os ideais do Ecocampus e da Universidade Verde.